Cavalaria Grega

Na Grécia, o famoso historiador Xenofonte , nos legou diversos e interessantes tratados sobre cavalos, permitindo-nos conhecer detalhes da utilização deste animal naqueles tempos remotos.
Se acredita que os gregos obtiveram conhecimentos sobre os cavalos através dos egípcios, e por esse motivo copiaram seus carros de guerra. Os habitantes da Grécia setentrional, os tesalianos, empregaram uma Cavalaria rudimentar que, sem dúvida, chegou a infligir uma derrota à uma unidade hoplita espartana, considerada como caso único de uma vitória de força de Cavalaria naquela época.

Continue lendo “Cavalaria Grega”

Cavalaria Assíria

Um dos primeiros povos que utilizou a Cavalaria organizada , foi o assírio, a primeira grande potência militar da Idade do Ferro ( 1000 AC )
Os assírios possuíam duas classes de cavalaria, a dos arqueiros e a dos lanceiros, os quais eram empregados em combates a curtas e longas distancias, exceto nas praças fortificadas.
Os ataques da Cavalaria assíria se realizavam principalmente, na retaguarda e nos flancos do inimigo e os cavaleiros operavam em duplas. Um cavaleiro manejava o arco e o outro controla as rédeas dos dois cavalos, permitindo o uso daquela arma com maior precisão. Para sua defesa, utilizavam um escudo suficientemente grande para proteger os dois homens. Em alguma s ocasiões, os cavalos erram protegidos por armaduras de couro.

SÃO JORGE PADROEIRO DA CAVALARIA

Foi um santo muito popular até o século IV. Ao que me parece, nasceu no ano 303. O beato, Jacob del Voragine, conta na Lenda Áurea que São Jorge era um cavaleiro cristão cujas origens estão na Copadócia. Certa vez cavalgava pela Provísia de Lídia e chegou a uma cidade chamada Silene, que, nas proximidades, tinha um pântano e nele um dragão que espalhava o terror em toda região. A população havia se reunido para matá-lo, mas a ferocidade do animal não permitia qualquer aproximação. Para que não atacasse a cidade todos os dias eram-lhe dados cordeiros como alimentos; quando já não havia cordeiros, seres humanos eram forçados a servi-lhe de refeição. As vítimas eram escolhidas por sorteio. Quando São Jorge chegou à cidade, a filha do rei havia sido sorteada. Como não houve voluntários para substituí-la, ela foi de encontro ao dragão vestida de noiva. Mas o santo se antecipou e o atravessou com uma lança. Imediatamente, pediu à princesa seu cinto. Amarrando-o ao pescoço do monstro, que, ainda estava vivo. Entregou-o à jovem que levou o monstro prisioneiro para a cidade.

Continue lendo “SÃO JORGE PADROEIRO DA CAVALARIA”

Achegas para a História da Cavalaria no Brasil

Este trabalho é o resultado de uma longa pesquisa sobre a Cavalaria. A forma como é a apresentação justifica-se pela sua origem e finalidade.

Em fevereiro de 1955 tomei conhecimento do propósito do Conselho da Fundação Parque Histórico Marechal Manoel Luis Osorio de concretizar uma antiga decisão: instalar no “Parque Osorio” o santuário da Cavalaria, um Museu da Cavalaria.

Continue lendo “Achegas para a História da Cavalaria no Brasil”

O CAVALO QUE “PROCLAMOU’’ A REPÚBLICA

As repúblicas americanas devem, em geral, a sua independência a um herói nacional e a seu cavalo. Por isso, com justa razão, a posteridade reconhecida eleva monumentos a esses heróis e a seus cavalos homenageados juntos na estatuária oficial, como se pode ver nas praças principais das cidades do Continente. Merecida homenagem, decerto, àqueles cavalos ilustres; poder-se-ia dizer deles, ’’inda que mal comparando’’, o que disse Santa Joana D’Arc do seu estandarte, quando fez questão de tê-lo a seu lado na catedral de Reims durante a solenidade da sagração do Rei Carlos VII: “Já que partilhou os riscos, é justo que participe das honras”.

Continue lendo “O CAVALO QUE “PROCLAMOU’’ A REPÚBLICA”

ASPIRANTE DE CAVALARIA

Aspirante! – Quanta alegria e emoção

Sinto ao recordar aquele dia

Primeiro, em que recebi meu pelotão,

Iniciando a vida como Oficial de Cavalaria!

Recrutas, cavalos, material e armamento,

Agora estavam sob meu controle e comando

Naquele saudoso e antigo Regimento,

Tão querido antes como agora o recordando

revivendo fatos nestes anos que vão passando!

Continue lendo “ASPIRANTE DE CAVALARIA”