Outras campanhas mundiais

Depois do auge que teve a Cavalaria na época napoleônica, os países se dedicaram a organizar seus exércitos de acordo com suas necessidades político – militares.

Durante este período houveram algumas conflagrações de importância, como o ataque à Rússia realizado por forças franco- inglesas reforçadas por unidades turcas com o objetivo de capturar Sebastopol. Destaca-se nesta campanha a carga valorosamente realizada pela Brigada de Cavalaria Ligeira inglesa, que levando a cabo um sacrifício heróico, destruiu a artilharia russa mas foi destroçada pela cavalaria situada mais atrás, que com a carga de três de seus esquadrões pôs fim à vertiginosa carga inglesa.
Anos mais tarde, nos Estados Unidos, teve início a Guerra de Secessão, na qual as forças de Cavalaria Confederada, sob o comando de Stuart, Forrest, Morgan e muitos outros, tiveram maior preponderância sobre as forças da União, pois tinham melhor Cavalaria.
Sem dúvida, no aspecto tático, esta guerra trouxe pela primeira vez o emprego de fuzis raiados de tiro rápido, ao mesmo tempo que os canhões de retrocarga haviam surpreendido os soldados de cavalaria daquela época.
Em 1870 a Guerra franco-prussiana se caracterizou por Ter sido o último grande conflito em que a Cavalaria realizou cargas com grandes efetivos. As ações de Woerth, Mars-la-Tour e Sedan, nas quais a Cavalaria francesa atuou pelo choque a cavalo, demonstraram que havia passado o momento das operações táticas. Ao mesmo tempo, neste conflito, se comprovou que a Cavalaria era insubstituível na perseguição e na proteção da retirada. Seu papel estratégico aumentou com as missões de reconhecimento e segurança, principalmente na cobertura dos movimentos do grosso do exército.
No princípio do século XX iniciou-se a guerra russo-japonesa, na qual os contendores empregaram a Cavalaria, principalmente na batalha de Mukden, na qual manobraram forças valor Brigada Independente tanto da Cavalaria Cossaca como Japonesa.
Em algumas escaramuças a cavalaria cossaca empregou a lança, provavelmente para recordar as glórias passadas, saindo o Japão vitorioso ao final da contenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *