A Cavalaria na Segunda Guerra Mundial

Existem idéias generalizadas de que a Cavalaria a cavalo não foi empregada na 2ª Guerra Mundial e que nas poucas ações conhecidas de forças montadas no período 1939 – 1945 seus resultados foram negativos. Nada é mais distante da verdade que tais afirmações. Se o blindado, a aviação, a artilharia e, mais tarde, as armas atômicas foram a chave do sucesso nos campos de batalha nos diferentes teatros de operações, não podemos menosprezar as ações realizadas por Unidades a cavalo na maior parte das campanhas conduzidas pelos principais países beligerantes. Não se pode negar, também, que as maiores potências militares da época estiveram influenciadas pelo desenvolvimento das forças motorizadas e blindadas, nas quais viam o substituto para a Arma que no passado, decidia as batalhas, a Cavalaria a cavalo, à qual foram relegando, aos poucos, um papel secundário e reduzindo suas unidades, sem entretanto dissolvê-la por completo, pois ainda visualizavam seu emprego em determinadas missões e tipos de terreno.

Continue lendo “A Cavalaria na Segunda Guerra Mundial”

A Cavalaria na Primeira Guerra Mundial

Durante a 1ª Guerra Mundial os combates a cavalo se reduziram consideravelmente. Desde os primeiros encontros em agosto de 1914, a cavalaria francesa sofreu, como todo o exército, a revelação brutal da supremacia do fogo, realizando, contudo, reconhecimentos bem sucedidos, que descobriram a presença do inimigo e fizeram numerosos prisioneiros, como o realizado a partir de 8 de agosto, quando o 23º Corpo recebeu ordem para internar-se na Bélgica, vindo a descobriu numerosas colunas inimigas, cujo movimento geral se realizou em 31 de agosto, dados de importância capital para o Alto Comando.

Continue lendo “A Cavalaria na Primeira Guerra Mundial”

A Cavalaria Napoleônica

Napoleão Bonaparte deu um grande impulso à Cavalaria, empregando-a com acerto e aproveitando inteiramente suas possibilidades.
Recebeu uma Cavalaria produto da Revolução, na qual os Regimentos da monarquia francesa tiveram de ser reorganizados, pois eram formados geralmente pela nobreza e pela aristocracia, gente que , como era natural, era incapaz de cuidar de si só e de seus cavalos. Os primeiros chefes da Cavalaria Napoleônica foram de origem modesta, como o caçador Murat e o hussardo Ney.

Continue lendo “A Cavalaria Napoleônica”

Cavalaria Chinesa

Os chineses eram constantemente atacados em suas largas fronteiras, por diversas tribos nômades que os rodeavam. Para enfrentar estas ameaças, começaram a unir-se , terminando por formar um grande império. Diante da necessidade de organizarem um exército para defender-se, inicialmente copiaram de seus vizinhos não só as suas táticas mas também a organização.

Continue lendo “Cavalaria Chinesa”